Florianópolis – SC – Brasil Ver mapa
Florianópolis 287 anos

Florianópolis 287 anos

Florianópolis 287 anos

A capital de Santa Catarina, Florianópolis, comemorou no dia 23 de março, 287 anos. Muita história pra contar. Nascida Nossa Senhora do Desterro, colonizada por açorianos, que se instalaram na ilha e nos arredores, trazendo muito de sua cultura e tradições. Florianópolis é bela por natureza e cheia de encantos por todos os lados.

Originalmente denominada “Ilha de Santa Catarina”, já que Francisco Dias Velho, o fundador do povoado, chegou ao local no dia de Santa Catarina. Ela continuou por muito tempo sendo assim chamada, inclusive ao se tornar vila com o nome de Nossa Senhora do Desterro.

O município de Florianópolis possui uma população de 421.203 habitantes em 2010, segundo estimativas do IBGE. Em 2000, dos doze distritos que compõem o município, o de maior população era o distrito sede (213 574 habitantes). Dentre as 84 comunidades de Florianópolis, as mais populosas eram o Centro, na ilha, com 41.827 habitantes, e no continente, o bairro Capoeiras (17.905 habitantes).

Florianópolis tem sua economia alicerçada principalmente no setor da tecnologia, que é o maior contribuidor de impostos, haja visto os centros de tecnologia como Sapiens Parque, Midi Tecnológico e a futura Rota da Inovação. É responsável por mais de 45% do PIB no município. Outros setores importantes são o comércio, prestação de serviços e turismo.

Considerada por muitos habitantes e turistas que a visitam como detentora de uma beleza singular, dotada de fortes traços da cultura açoriana, observados nas edificações, artesanato, no folclore, culinária e nas tradições religiosas, Florianópolis tem no turismo uma de suas principais fontes de renda.

Dentre os atrativos turísticos da capital salientam-se, presentemente, além das praias, as localidades onde se instalaram as primeiras comunidades de imigrantes açorianos, como Ribeirão da Ilha, Lagoa da Conceição, Santo Antônio de Lisboa e o próprio centro histórico da cidade.

Um cidade de contrastes, perdeu-se muito de sua tradição, com a vinda de brasileiros de outras partes e de estrangeiros que por aqui adotaram Florianópolis como sua nova morada. Numa cidade-capital onde o novo e o velho persistem em coexistir, com regiões ainda impossibilitadas de erguer construções, por estarem protegidas pela natureza, que teima em ser bela e exuberante.

Texto: Paulo Luis Cordeiro
Fonte: Portal da Ilha

 

Solicite sua Reserva

Mande uma mensagem e reserve uma data para a sua estádia.